2.0 turbo de 290 cv: Clubsport é o Golf GTI mais potente de todos os tempos

Em 1976, a Volkswagen sacramentou o conceito de hot hatch ao apresentar ao mundo o Golf GTI. O que os alemães fizeram foi pegar um hatchback que já era bom de guiar e dar a ele um motor mais potente (um 1.6 de 110 cv), suspensão mais firme e um visual mais descolado. Hoje, quase quatro décadas, o Golf GTI é quase uma instituição, e quase toda fabricante de automóveis traz um hot hatch em seu portifólio.

Para celebrar o 40º aniversário do carro (que será comemorado no início do ano que vem), a Volks acaba de mostrar o Golf GTI Clubsport, cujo motor 2.0 TSI foi recalibrado para entregar até 290 cv. O tempo passa, não?

volkswagen_golf_gti_clubsport_4-620x412

O atual Golf GTI, com seu 2.0 TSI de 230 cv entre 4.700 e 6.200 rpm e 35,7 mkgf de torque entre 1.500 e 4.600 rpm , já é uma bela demonstração do poderio de um quatro-cilindros turbinado moderno, sendo capaz de levar o apimentado alemão até os 100 km/h em 6,4 segundos. No momento, se você quiser algo mais potente, vai precisar dar um salto e escolher o Golf R, com 300 cv e tração integral. Quer dizer, se você morar nos EUA ou na Europa, pois o Golf R não está disponível por aqui.

O Golf GTI Clubsport chegou para mudar isto (ainda que as chances de ser vendido no Brasil sejam nulas). Apresentado pela primeira vez no 34º GTI Meet, que aconteceu na edição 2015 do Wörthersee Treffen (o maior encontro de entusiastas do grupo VW do planeta, realizado às margens do lago Wörthersee, na Áustria), o carro é uma versão voltada para entusiastas de track days.

volkswagen_golf_gti_clubsport_5-620x420

Dissemos que o motor pode 2.0 TSI do GTI Clubsport entrega até 290 cv por uma razão: na maioria do tempo, o hot hatch entrega 265 cv —  35 cv a mais do que o GTI “comum”. E quando os 290 cv aparecem? Quando você aciona a função boost. E, diferentemente do que imaginávamos, não há um botão para isto: de acordo com a Volks, basta dar um golpe certeiro no pedal do acelerador. Prático, não?

A VW  ainda não revelou a receita do boost, mas considerando o modo de “acionamento”, apostamos em uma programação da ECU baseada na abertura da borboleta para aumentar a pressão de trabalho do turbocompressor.

volkswagen_golf_gti_clubsport_11

Como no GTI convencional, há duas opções de transmissão: a excelente caixa manual de seis marchas, com direito a manopla em formato de bola de golfe, ou DSG com dupla embreagem (também de seis marchas). Equipado com câmbio manual, o GTI Clubsport chega aos 100 km/h em seis segundos cravados. A transmissão de dupla embreagem reduz este tempo para 5,9 segundos. Para se ter uma ideia, o Civic Type R — atual referência entre os hot hatches de tração dianteira, com seu 2.0 turbo de 310 cv — faz o mesmo em 5,7 segundos. Um pega entre estes dois seria bem interessante, não? Curiosamente, a velocidade máxima do GTI Clubsport com câmbio manual é de 250 km/h, enquanto a verão DSG tem máxima de 249 km/h.

volkswagen_golf_gti_clubsport_12

Dito isto, o motor mais potente não é a única modificação presente no GTI Clubsport. Para homenagear seu ancestral dos anos 1970, a VW deu a ele uma faixa preta com a inscrição “Clubsport” em cada um dos lados, na mesma posição da faixa usada no Golf GTI original. Os novos defletores dianteiros nas bordas dos pára-choques dão continuidade visual à faixa. Os elementos aerodinâmicos não pararam por aí, no entanto: o novo spoiler traseiro envolvente, de acordo com a VW, é funcional e foi aperfeiçoado em um túnel de vento, bem como o novo difusor no para-choque traseiro.

volkswagen_golf_gti_clubsport_13-620x415

Outros detalhes são as saídas de escape de maior diâmetro (um escapamento menos restritivo, contribuindo para o aumento de potência, pode ter sido empregado) e os elementos pintados de preto brilhante — spoilers e difusores, teto e retrovisores. A Volks também observa que, embora as fotos de divulgação mostrem um carro branco (cor mais característica do Golf GTI desde 1976), outras cores serão oferecidas.

volkswagen_golf_gti_clubsport_17-620x412

De série, o GTI Clubsport virá com rodas de 18” e desenho exclusivo, mas trará como opcionais as rodas de 19” Bresica. São estas as que aparecem nas fotos de divulgação. A VW ainda não divulgou dados sobre os pneus, mas as fotos denunciam que se trata de um jogo de Pirelli P-Zero, medidas 225/35.

volkswagen_golf_gti_clubsport_2-620x414

volkswagen_golf_gti_clubsport_1-620x414

O interior também passou por algumas mudanças: agora, os elementos com acabamento brilhante trazem o padrão “Honeycomb 40”, que lembra favos de mel, em inserções nas portas e no painel de instrumentos — tema que, aliás, já aparece nas grades dianteiras. Os bancos — que são do tipo concha, muito envolventes — também trazem costuras no padrão, com detalhes em vermelho que também aparecem nos cintos de segurança e no volante revestido de Alcantara e dotado da famosa marca das “12 horas”, como nos carros de competição. (Fonte: DALMO HERNANDES/ Flatout) Fotos Divulgação

COMPARTILHAR