5 Carros antigos baratos que vale a pena você colecionar

Você tem alguma dúvida de que o fantástico mundo dos carros antigos fascina muita gente? Diariamente mais pessoas querem ter uma caranga na garagem, seja um jovem apaixonado que acabou de tirar habilitação ou alguém que finalmente tomou coragem de entrar para o mundo dos antigos, mais cedo ou mais tarde você vai querer um.

Infelizmente a cultura do antigomobilísmo aqui no Brasil ainda é cara e não tem a força a divulgação como em outros países, porém nem por isso você deve deixar de pensar em colecionar um carro, se o seu bolso não estiver bom o suficiente para comprar clássicos de valor elevado, apresentamos 5 carros antigos baratos que vale a pena colecionar:

1 – Volkswagen Fusca

Foto reprodução

Mais do que óbvio, o Fusca é o primeiro carro dessa lista e tem tudo para ser seu primeiro antigo. Por manter o status de carro mais vendido do Brasil por muitos anos, existem muitos exemplares a venda e os valores que variam de R$7 a R$15 mil tornam o Fusca um carro barato comparado com outros antigos não tão populares. Por esse valor ele pode ser achado facilmente em bom estado e com poucos reparos de funilaria, mecânica e tapeçaria por fazer. A manutenção é relativamente simples, sendo possível achar praticamente todas as peças do besouro de boa qualidade por preços acessíveis, salvo algumas peças que não se fabricam mais ou caso você preze por ter apenas peças originais. A mecânica refrigerada a ar é um grande trunfo, pois é um sistema extremamente simples e com manutenção barata. Agora se você prefere pegar um carro para “pegar e andar” prepare um pouco mais seu bolso, pois os valores são um pouco mais salgados e você precisará desembolsar algo entre R$15 e R$30 mil, o que pode ser uma boa opção se você não tiver paciência ou disposição de encarar uma restauração e até porque muitas vezes o carro pronto sai mais barato que restaura-lo.

2- Chevrolet Chevette

Foto reprodução

O Chevette foi sucesso de vendas no Brasil, foi fabricado durante 20 anos aqui e criado justamente como solução para a crise do petróleo, um carro pequeno e econômico. O Chevette segue e mesma linha do Fusca em relação à economia e facilidade de manutenção, ajudando muito quem está começando no mundo dos antigos. O valor médio dos exemplares à venda varia de R$7 até 17 mil, tudo dependendo de sua disposição financeira e de restaurar o carro. Um ponto interessante nesse carro, é a variedade de versões, além do modelo principal da linha temos o hatch, o esportivo GP, a Pick-up Chevy 500 e a perua Marajó, ou seja, tem para todos o

Foto reprodução

s gostos!


3 – Ford Escort

Foto reprodução

O sucessor do Corcel é outra ótima opção para ser seu primeiro antigo. O carro foi produzido durante 20 anos no Brasil e conta com 3 gerações com pequenas alterações dentro de cada geração o nos da uma variedade muito grande do carro. É possível ver essas varações ano a ano em pequenas alterações estéticas e de motorização, principalmente na época da Autolatina. O Escort com certeza é o carro mais confortável dessa lista, já que vários modelos saiam com opcionais como ar condicionado, direção hidráulica, vidros e travas elétricas e até teto solar. A manutenção dele também não é complicada, apesar de que algumas peças de acabamento podem dar trabalho para ser encontradas, mas ainda assim é bem fácil encontrarmos exemplares dele em bom estado! É possível encontrarmos com valores entre R$ 8 e R$25 mil.


4 – Fiat 147

Foto reprodução

O nosso querido caixotinho é outra ótima opção para ser seu primeiro antigo. Ele foi o primeiro carro da montadora italiana aqui no Brasil que veio com a proposta de um carro bem compacto e econômico mas (segundo algumas propagandas da época) sem perder a esportividade. Assim como o Chevette,  o 147 possui diversas variações, como o sedan Oggi, a perua Panorama, a Pick-up 147 e o modelo mais luxuoso 147 Europa. Apesar de não ter manutenção complicada, pode ser um pouco difícil de se achar algumas peças e informações sobre ele. O valor de mercado dele é um atrativo, já que é menor do que de seus concorrentes, variando entre R$5 e 15 mil. O caixotinho apesar de pequeno, ele pode oferecer grande diversão para seu dono.

5 Ford Corcel

Corcel foi produzido pela Ford no Brasil, de 1968 a 1986. Foi eleito pela revista Autoesporte o Carro do Ano em 1969, 1973 e 1979.

Quando a Ford adquiriu o controle acionário da Willys Overland do Brasil em 1967, essa última estava desenvolvendo um projeto em parceria com a Renault, o projeto “M”. Esse projeto deu origem ao Renault 12 na França e, com uma carroceria diferente, ao Corcel no Brasil.

Foto reprodução

Lançado inicialmente como um sedã 4 portas e a seguir como um coupé, em 1969, o carro foi bem aceito quando de sua estreia em 1968. O espaço interno e o acabamento chamavam a atenção, e as inovações mecânicas eram muitas, bem mais do que as de seu concorrente direto, o Volkswagen 1600 TL. Se você pensa em colecionar, nos dias atuais ainda é possível comprar um velho e bom corcel por preços bem acessíveis.

*Com informações do FerrugemBR

COMPARTILHAR