5 carros antigos da Ford que deixaram saudade

Quem visita qualquer portal de veículos sabe que, via de regra, quanto mais antigo é um carro, menos ele vale, seja por defasagem ou um maior custo de manutenção. Acontece que toda a regra tem a sua exceção. Nesta caso, são os carros antigos que permanecem populares, e, consequentemente, são vistos como relíquias. A Ford foi a responsável por criar muitos destes automóveis, que deixaram saudades e são lembrados com carinho por gerações. Confira abaixo quais são com o Blog da Ituran e Chaves Na Mão:

Foto reprodução

História da Ford
A montadora Ford Motor Company foi fundada por Henry Ford em Dearborn, uma cidade no subúrbio de Detroit, no estado americano do Michigan, no ano de 1903. O primeiro automóvel criado pela marca foi o modelo A, que vendeu mais de 1700 unidades, um número bastante expressivo para a marca.

Henry Ford não é conhecido apenas pelos produtos revolucionários, mas, também, por criar o primeiro automóvel feito em linha de montagem, o Ford T. Este método de manufatura revolucionou o automobilismo, tornando os carros muito mais acessíveis.

Mesmo sendo estrangeira, a Ford é uma montadora que ocupa um lugar especial nas mentes de muitos brasileiros: foi a primeira a se estabelecer no país, em 1919. Logo no primeiro ano, ela vendeu mais de 2400 automóveis, e mais 4 mil no ano seguinte.

Alguns dos modelos lançados no século XX foram sucessos estrondosos em todo o mundo, inclusive por aqui. Eles são considerados itens de colecionador, e são comprados e vendidos por grandes somas de dinheiro.

Foto reprodução

1. Ford T
O Ford T é apontado por alguns especialistas como o automóvel mais importante da história. Lançado em 1908, na época ele se destacou por ser de fácil manuseio, manutenção simples e preço mais acessível: saía da fábrica por US$ 850.

Antes de ser produzido em série, o Ford T era disponível em várias cores. Depois da implementação deste método de fabricação, era feito apenas em preto, para reduzir os custos. Foi daí que surgiu a famosa frase “meu cliente escolher um carro qualquer cor, desde que seja preto“. O sucesso foi estrondoso: o modelo vendeu 15 milhões de unidades até sair de linha, em 1927.

Foto reprodução

2. Ford 1949
O Ford 1949 é considerado até hoje um dos modelos mais revolucionários a ser lançados pela empresa. Este veículo foi o responsável por reerguer a companhia, que se encontrava em graves apuros financeiros depois que o herdeiro de Henry Ford e então presidente, Edsel Ford, faleceu, vítima de um câncer.

O projeto, o primeiro do pós-guerra, foi elaborado em tempo record para a época: apenas 24 meses. Seu design, assinado por George Walker, era simples, mas se tornou icônico devido à dianteira, que tinha o famoso “nariz bala”, inspirado em uma turbina de avião. Na parte mecânica, ele se destacou pela suspensão dianteira independente. No mais, tinha o lendário motor Ford V8, transmissão de 3 marchas e freios a tambor, com acionamento hidráulico.

Foto reprodução

3. Ford Galaxie 500
O Ford Galaxie 500 é, até hoje, um dos carros mais populares que foram vendidos no Brasil. Lançado no Salão do Automóvel de São Paulo de 1966, roubou as atenções dos visitantes do evento. Ele foi fabricado no país entre os anos 1967 e 1983 e era vendido como um sedã de luxo, conforme os padrões da época. Seu design, sóbrio e elegante, era composto integralmente por linhas retas.

Além disso, o Galaxie 500 estabeleceu um novo padrão de conforto na indústria: tinha um generoso espaço interno, rodava de um modo mais “macio” e tinha um motor silencioso para os padrões da época – rodava com o Ford V8.

Outro fator de destaque foi o fato ter sido o primeiro carro do Brasil a contar com a direção hidráulica. Apesar de, atualmente, este ser um adicional relativamente comum, na época foi algo revolucionário. A condução era tão leve que dizia-se que era possível dirigi-lo “com um dedo”.

Foto reprodução

4. Ford LTD
O Ford LTD foi uma evolução do Galaxie 500. Um pouco mais robusto, na época foi considerado um modelo intermediário entre ele e o Galaxie Landau. Foi apresentado no Salão do Automóvel de São Paulo, em 1969, onde, assim como o antecessor, arrancou suspiros dos entusiastas do automobilismo. Sua fabricação começou no mesmo ano, e só foi encerrada em 1983.

Na época, ele era tão exclusivo que era anunciado como “o carro menos vendido do Brasil”. Ainda assim, era mais acessível que os modelos análogos das montadoras concorrentes.

Seu interior fazia juz à proposta: era espaçoso e luxuoso, com bancos revestidos em cetim e detalhes internos em madeira jacarandá. Ele também se destacou por ter sido o primeiro carro a ser fabricado em território nacional que contava com o câmbio automático Ford-o-matic. No quesito design, o Ford LTD ficou conhecido pelas rodas com calotas metálicas, apelidadas pelo público de “voadoras”.

Foto reprodução

5. Ford Galaxie Landau

O Ford Galaxie Landau foi a evolução do LTD. Após seu lançamento, se tornou o modelo mais exclusivo da icônica família Galaxie. Foi um dos modelos mais célebres da história do automobilismo brasileiro: serviu de papamóvel quando o pontífice João Paulo II visitou o Brasil, em 1980, e foi o carro oficial da Presidência da República até 1991.

Até hoje, o Landau é um dos carros mais admirados entre os colecionadores de automóveis antigos. Na época de seu lançamento, foi um dos carros mais luxuosos e exclusivos a circular no Brasil. Ele se destacava dos antecessores devido ao design: a traseira ficou menor e ganhou um adorno em formato de S, inspirado nas carruagens francesas de modelo Landau – que emprestaram o nome ao modelo. O teto de vinil e o fato de que era vendido apenas na cor prata também se tornaram sua marca registrada.
Um dos momentos mais marcantes de sua trajetória foi quando, na época do choque do petróleo, ele passou a ser oferecido em versões movidas a álcool. Uma unidade foi até mesmo entregue ao presidente da época, General Figueiredo, de modo simbólico.

COMPARTILHAR