7 carros “potentes” que você pode comprar por menos de R$ 10 mil reais

A grana está curta, mas está lá. Sua missão: comprar um carro. Pedimos a ajuda dos nossos leitores e fizemos esta lista com oito sugestões de carros para comprar gastando até R$ 10 mil!

Pode parecer inacreditável, mas o leque de opções de carros bacanas nesta faixa de preço é bem vasto. Nossos leitores sugeriram de tudo, entre opções bem racionais e verdadeiros tiros no escuro. Tentamos equilibrar as coisas, escolhendo os carros mais votados e comentados. Agora, fique com o resultado!

Chevrolet Monza

Foto reprodução

Chevrolet Monza, fabricado pela GM (General Motors do Brasil) entre os anos 1982 e 1996. Era derivado do Opel Ascona alemão. Eleito pela Revista Autoesporte o Carro do Ano de 1983, 1987 e 1988. Durante três anos consecutivos (1984, 1985 e 1986) foi o carro mais vendido no país. Custando entre R$ 5 e 9 mil, é um exemplo de desempenho e conforto, vale cada centavo aplicado.

Chevrolet Vectra A

Foto reprodução

O Vectra A representou uma grande evolução em desenho, estrutura e acabamento. Embora a maioria de seus componentes fosse importada, o motor era o mesmo 2.0 8v de 116 cv do Monza. Por dentro, capricho e bons equipamentos mesmo na versão de entrada GLS, que já vinha com ar-condicionado e direção assistida. Acima dele, O CD tinha até imitação de madeira no painel e nos revestimentos de porta. Com R$ 10 mil reais você consegue um Vectra muito bem conservado.

Volkswagen Golf Mk3

Foto reprodução

Se você conseguir encontrar um bom Golf de terceira geração por menos de R$ 10 mil, pense bem antes de desperdiçar a oportunidade. O Golf sempre foi famoso por seu bom acabamento, dinâmica acertada e confiabilidade. Com a terceira geração, disponível no Brasil entre 1993 e 1999, não é diferente e, se tiver sorte e paciência (deu para notar que estas duas coisas são essenciais na compra de um carro de até R$ 10 mil, não é?), você pode encontrar um GTI em bom estado.

Fiat Tempra

Foto: AutoCustom

Quando foi lançado no Brasil, em 1991, com motor 2.0 carburado de 99 cv, o Tempra quase que instantaneamente tornou a concorrência, formada por Chevrolet Monza e Volkswagen Santana, obsoleta. Infelizmente, problemas de projeto e confiabilidade deram má fama ao primeiro sedã médio da Fiat no Brasil, desvalorizando o carro e fazendo com que, hoje, ele seja um carro barato, embora quase nunca bem conservado. Contudo, se encontrar um bom Tempra — certamente por menos de R$ 10 mil — você terá um carro espaçoso, de ótimo coeficiente aerodinâmico (apenas 0,28, segundo a fábrica) e, dependendo da versão, ótimo desempenho. Só não espere encontrar um Tempra Turbo em estado aceitável por este valor.

Chevrolet Astra

Foto reprodução

O Astra a que nos referimos é o modelo importado da Bélgica em 1995 e 1996. Embora o carro viesse da Europa, o motor era fabricado no Brasil — o conhecidíssimo Família II de dois litros e 116 cv que equipou vários Chevrolet no Brasil. Com boa oferta de equipamentos  — vidros elétricos, direção hidráulica, ar-condicionado  e airbag opcional (que trazia, como bônus, um volante com emblema Opel) — e versões hatch e perua, o “Astra belga”, como ficou conhecido, oferece desempenho, estabilidade e conforto por algo entre R$ 8 mil e R$ 10 mil. Não é muito comum encontrar um exemplar bem conservado e as peças de acabamento são bem difíceis de encontrar mas, tomados os devidos cuidados, pode ser um excelente daily driver.

Volkswagen Apollo

Foto reprodução

Um dos primeiros frutos da joint-venture Autolatina, formada por Ford e Volkswagen, foi o Escort com motor AP 1800. Apresentado em 1990, o Apollo levou as coisas um pouco mais longe, sendo uma versão Volkswagen do Verona, o sedã de duas portas derivado do Escort. Com emblemas VW, painel exclusivo e caráter mais esportivo (e, dizem, suspensão mais firme), o Apollo pode ser esquecido pelo grande público, para a alegria de seus admiradores, que podem comprar um exemplar em excelentes condições por menos de R$ 10 mil. Só é preciso procurar bem.

Volkswagen Santana

Produzido pela Volkswagen em diversos países, derivado do Volkswagen Passat alemão, o Santana foi sucesso na Alemanha, Espanha, África do Sul, Japão (sob a marca Nissan), Brasil, Nigéria, México, China e Argentina. Atualmente é produzido apenas na China, pela Shangai Volkswagen. Foi eleito pela Revista Autoesporte o Carro do Ano de 1989. Recebeu o título Eleito do Ano em 1991 pela revista Quatro Rodas.

Foto reprodução

Com informações de DALMO HERNANDES/FlatOut

COMPARTILHAR