7 coisas que você nunca deve dizer ao ser parado por um policial

O comportamento é tudo

Quando a polícia faz algum tipo de controle no qual tem de parar carros e motos, é crucial seguir umas regras de sentido comum para evitar que tudo fique ainda pior. É muito normal ficar nervoso ou até perder a compostura, mesmo que estejamos perante um controle habitual e não tenhamos nada a esconder, pois é inevitável ter este comportamento perante o poder da autoridade. Por isso, é importante estar tranquilos e seguir umas normas básicas de comportamento que veremos a seguir, para que se for o caso, você não seja multado inesperadamente.

Foto reprodução

 

O primeiro que deve fazer é evitar ficar muito ‘sentimental’ e implorar aos agentes, se realmente violou a lei. Este comportamento não vai adiantar se fomos parados por uma infração nossa.

Não invente desculpas

No caso da polícia lhe barrar sem que tenha sua carta de motorista, não fale que é a primeira vez que você esquece na sua casa, eles já conhecem todas as desculpas e por isso é melhor nem tentar mentir. Quando tirou a carta, sem dúvida que este foi um dos primeiros pontos que aprendeu, portanto não pode ter esquecido de uma regra tão básica.

Entregue seus documentos sem se negar

Entendemos que muitas pessoas possam ter medo de mostrar sua intimidade e seus dados pessoais, tentando que estes permaneçam ocultos aos olhos de todos, excetuando familiares e amigos. No entanto, é melhor que não se negue a entregar a documentação requisitada pelos policiais. Se está tudo em ordem, você não deve temer por nada, mesmo que se incomode de que os agentes peçam seus documentos, isto é parte do procedimento habitual que segue a polícia em casos como estes.

A polícia não usará os seus dados pessoais nem os do seu carro ou moto para outros fins que não sejam meramente oficiais, então o melhor a fazer é entregar tudo o que pedirem.

Seja honesto sempre

A clássica desculpa de “vou ao hospital” ou “Um familiar está doente” convém ser evitada… a não ser que seja realmente verdade, pois assim poderá ter consequências mais graves do que as inicialmente previstas. É melhor ser honesto com os agentes e reconhecer o erro cometido se é consciente do mesmo. Isto ajudará a agilizar as formalidades e evitará que aconteça qualquer ‘drama’.

Não seja arrogante

Evite ser arrogante ou responder mau, os policiais tratam de fazer o seu trabalho. Nem pense em dizer aquela frase que sempre aparece nos filmes americanos de “Com quem você pensa que está falando? ”. Na verdade, ninguém gosta de ser tratado com desprezo e menos quem está trabalhando, como no caso dos policiais que pararam seu carro.

Se dirigir, não beba

O bafómetro nunca mente. Não vai servir de nada dizer que somente tomou uma “cervejinha” porque quando assoprar, a verdade vai ser descoberta. Também não vai servir de muito usar as receitas tradicionais para “abaixar o álcool” como tomar um café ou fazer exercício. Esse bendito aparelho é quase sempre infalível e com certeza vai dizer o nível de álcool que tem no seu corpo com total precisão.

Não puxe o saco

Não puxe o saco dos agentes com o único motivo de se safar de uma multa que você merece. Garanto que não servirá de nada dizer “eu seu que é uma boa pessoa, e que simplesmente está fazendo seu trabalho”. Também não vai adiantar recorrer aos seus sentimentos se realmente cometeu alguma infração punível. O melhor neste caso é ter um tratamento pouco familiar.

Com informações do Betterdeals

COMPARTILHAR