9 carros nacionais que deixaram muitas saudades

A indústria automobilística adora lançar modelos exclusivos para certo país ou região. Aqui no Brasil não é diferente. Até os dias de hoje muitos modelos de automóveis foram lançados exclusivamente por aqui. Muitos deles ficaram guardados na memória de milhares de pessoas e, por isso, nós do Blog da Ituran preparamos uma lista com 7 carros brasileiros que deixaram saudade.

Para elaborar este material, levamos em consideração os principais pontos de destaque de cada modelo, como o desempenho nas vendas, as novidades tecnológicas apresentadas ou o simples fato da inauguração de um segmento. Confira:

1) Volkswagen Fusca

Foto reprodução

Há quem diga que todo brasileiro deve ter pelo menos um fato em sua vida que envolva um fusca. O modelo foi fabricado no Brasil durante dois períodos diferentes: de 1959 a 1986, e entre 1993 e 1996. Os fatos que mais chamaram atenção na época foram a refrigeração a ar do motor traseiro, suspensão independente em todas as rodas e baixo custo de manutenção.

2) Ford Escort XR3

Foto reprodução

Popular durante toda a década de 80, o Ford Escort XR3 fez parte do imaginário de uma geração de fãs do automobilismo que tinham condição de comprar os modelos esportivos importados. Ele se destacava pelo seu volante com menor diâmetro que os modelos da época, conta-giros parecido com os carros da marca Alfa Romeo, motor que atingia 86 cavalos na sua versão movida a etanol.

3) Chevrolet Opala

Foto reprodução

Este carro de modelo sedã foi o pioneiro da Chevrolet a ser montado no Brasil e foi o que permaneceu em produção por mais tempo. Foram 24 anos entre os anos de 1968 e 1992. Era mais utilizado por chefes de família, executivos e autoridades. Ganhou mais destaque no início da década de 70 devido ao lançamento da versão Diplomata, que contava, como garoto propaganda, com o maestro Diogo Pacheco.

4) Fiat Tempra Turbo

Foto reprodução

O Fiat Tempra Turbo foi um dos primeiros carros brasileiros que contavam com motor turbinado. Seu garoto propaganda era ninguém mais, ninguém menos do que Ayrton Senna. Seu modelo 2.0 conseguia alcanças os 165 cv, a mesma potência do seu concorrente contemporâneo de 3.0.

5) Chevrolet Ômega

Fabricado pela General Motors no Brasil (com a marca Chevrolet), na Europa (com a marca Opel) e na Austrália (com a marca Holden).

Inicialmente, o Omega foi lançado em 1986 pela Opel, uma subsidiária da General Motors na Alemanha, tendo sido produzido na fábrica de Rüsselsheim até o ano de 2003 e exportado para vários países em todo o Mundo, inclusive sob as marcas Vauxhall, Lotus e Cadillac.

O modelo foi produzido no final dos anos 80 em uma versão mais potente, sob a marca Lotus, que na época também pertencia ao grupo GM. Nos Estados Unidos foi comercializado com a marca Cadillac, sendo vendido como Cadillac Catera.

Em 1992 foi apresentado ao mercado brasileiro pela Chevrolet, produzido pela montadora na cidade de São Caetano do Sul, no estado de São Paulo.

Foto reprodução

6) Volkswagen Passat

Foto reprodução

O Passat foi o primeiro modelo da Volkswagen aqui no Brasil que passou a vir com motor refrigerado a água. Também foi o modelo que fez a estreia dos pneus radiais e se destacou principalmente depois do lançamento do TS e GTS, suas versões esportivas.

7) Chevrolet Vectra

Foto reprodução

O Vectra, sem sombra de dúvidas, foi um dos carros mais desejados da década de 90. Principalmente depois de 97, quando foi lançada a sua segunda geração. Ele se destacou por seus avanços tecnológicos e, principalmente, pela segurança. Ele contava com air bag duplo, computador de bordo com tela no painel, refrigeração no porta luvas, ar-condicionado com sistema digital e controle de tração.

8) Chevrolet Monza

O Chevrolet Monza foi fabricado pela GM (General Motors do Brasil) entre os anos 1982 e 1996. Era derivado do Opel Ascona alemão. Eleito pela Revista Autoesporte o Carro do Ano de 1983, 1987 e 1988. Durante três anos consecutivos (1984, 1985 e 1986) foi o carro mais vendido no país.

Foto reprodução/AutoCustom

Lançado em Abril de 1982 inicialmente na versão Hatchback 3 portas (fabricada até 1988) com motor 1.6, logo depois no mesmo ano ganhou opção de motor 1.8 devido as criticas com relação à performance modesta. Em 1983 ganhou as versões Sedan 4 portas e Sedan de 2 portas, sendo essa última a mais vendida, embora ela tenha sido retirada de produção em 1995. Teve a versão esportiva S/R baseada na carroceria hatchback, produzida até meados de 1988.

Em 1987, a versão Classic, lançada no ano anterior, inaugura o uso do motor 2.0 litros. Em 1989 inaugura-se a era da injeção eletrônica com o modelo 500 EF em homenagem a Emerson Fittipaldi, apesar deste sistema Le-Jetronic da Bosch ser ainda analógico, elevando sua potência para 116 CV.

Em 1991 recebeu uma reestilização externa, mantendo porém basicamente o mesmo painel desde o lançamento até o final da produção ao mesmo tempo que se iniciava a era da injeção eletrônica digital com o sistema Multec – 700, com o porém deste contar somente com um eletro-injetor para os 4 cilindros (Monoponto).

Em 1993/1994 foi lançada a versão Hi-Tech, de apenas 500 unidades, que incluía itens como painel digital e freios ABS de série.

A produção total foi de 857.810 unidades. O Monza será para sempre lembrado como o carro que marcou uma revolução no segmento de carros médios familiares no Brasil além de ter sido um dos carros mais marcantes no país da década de 1980.

Conviveu pacificamente com o Chevrolet Vectra de primeira geração, desde o lançamento deste em 1993 até Abril de 1996, quando o Vectra de segunda geração no Brasil foi lançado, obrigando a aposentadoria definitiva do Monza em Setembro do mesmo ano.

Volkswagen Parati

A Parati é uma perua derivada do Gol, produzida pela Volkswagen entre 1982 e 2012.

Iniciou sua produção em 1982, já como linha em 1983, para ocupar o nicho de mercado deixado pela Brasília e sua perua, a Variant. O nome, aproveitamento de uma palavra tipicamente brasileira que identifica uma cidade histórica do país, localizada no Estado do Rio de Janeiro, adequado a um veículo do tipo perua para passeios/turismo.

Em seus 30 anos de mercado nacional, a perua da Volkswagen construiu uma bela história e deixou uma legião de apaixonados.

Foto reprodução

O que você achou da nossa lista? Esquecemos de algum modelo que você se lembra e marcou a sua vida? Deixe seu comentário abaixo.

COMPARTILHAR