Brutal Gol Motorfort, com 800 cv e tração integral de Audi RS2, é colocado à venda por 100 mil reais

    De vez em quando somos lembrados que sim, existem preparações de alta complexidade aqui no Brasil. Este aqui vai ser mais um, ainda que você talvez já o conheça: é o VW Gol Motorfort, um verdadeiro canhão com 800 cv, tração integral de Audi RS2 e a capacidade de cumprir os 201 metros em 6,2 segundos, a 191 km/h. E ele está à venda!

    Para quem não sabe, trata-se de um projeto feito pela oficina Motorfort Sport Cars, que fica em São Bernardo do Campo/SP. Os caras são especialistas em preparação turbinada e, sendo seu carro mais famoso, o Gol G4 2008 preto preparado pelos irmãos Rafael e Fernando Pagliuca acabou ficando conhecido pelo nome da oficina.

    Os dois competiram em diversas provas de arrancada com o Gol Motorfort entre 2010 e 2013. Era impressionante ver um Gol de quarta geração com aspecto externo bastante original andando tanto — na verdade, é assim até hoje —, e ficava ainda mais quando se sabia a receita toda.

    O motor é, naturalmente, um Volkswagen AP. Partindo de um bloco 2.0, o motor recebeu cabeçote do Gol GTI 16v. Foram instalados pistões JE forjados, de 83 mm de diâmetro, enquanto as bielas Pauter, também forjadas, foram montadas em um virabrequim com curso de 96,6 mm. O deslocamento agora é de 2,2 litros.

    O turbocompressor é um Garrett GT 35R, operando a 1,5 ou 3 bar de pressão. A alimentação é feita por oito injetores e uma bomba Magnafuel 750 com dosador Weldon, tudo comandado por uma ECU FuelTech FT350 — responsável também por limitar as rotações do motor a 9.000 rpm. A potência fica em 500 cv quando o tanque (selado, na traseira) é abastecido com etanol, para uso diário — os 800 cv vêm quando se coloca metanol, usado em competições.

    A transmissão, como já ficou claro, veio toda do Audi RS2. Isto inclui o câmbio manual de seis marchas, cardã, pontas de eixo e diferenciais. O arranjo traseiro foi instalado em suportes feitos sob medida — assim como a gaiola de proteção em cromo-molibdênio, que dá conta de garantir a rigidez à torção e a segurança dos ocupantes caso algo dê errado.

    Apesar de tudo isto, o carro tem visual bastante civilizado. Claro, as rodas Enkei de 17×7,5 polegadas calçadas com pneus Toyo R888 e a suspensão preparada pela Motorfort, com amortecedores feitos sob medida, dão ao carro uma postura bem agressiva, mas exceto isso o Gol mantém boa parte do aspecto original.

    O atual dono, Guilherme Emiliano — que também é piloto de arrancada e já competiu com o carro —, aproveita a discrição para usar o Gol Motorfort no dia a dia. As rodas foram instaladas por ele, que também trocou a alavanca de engates rápidos que havia sido instalada pela original, a fim de tornar o uso diário do carro mais viável. Claro, o interior recebeu bancos de alumínio Kirkey e cintos de competição da Simpson, o que pode dificultar um pouco as coisas…

    Guilherme diz que, embora seja um carro muito forte, em uso normal o Gol Motorfort surpreende por sua docilidade e suavidade nas ruas — além de mostrar-se muito confiável e “redondo” em seu funcionamento. Ele também afirma que tudo está em ordem com o carro mecanicamente, mas se tratando de um carro neste nível de preparação, uma boa revisão (em uma boa oficina) não cai mal.

    Confira abaixo a ficha técnica completa do carro, retirada de uma matéria na revista Autodynamics:

    O Gol Motorfort está anunciado no site de classificados da Autodynamics, e o valor pedido é de R$ 100 mil — não muito distante do que se espera em um carro deste nível ou do que você gastaria para fazer um igual. Se você se interessou, pode entrar em contato com Guilherme pelo e-mail guilherme-opala27@hotmail.com.

    Fonte: FlatOUT

    COMPARTILHAR