Conheça o inacreditável Bugatti que ficou 73 anos no fundo de um Lago (por culpa de um Playboy)!

Uma história muito mais do que impressionante. É isso que você ler e ver agora. Imagine o que acontece quando um raro Bugatti fica submerso, por 73 anos, em um Lago. Foi justamente isso que aconteceu com esse Bugatti Brescia Type 22 Roadster, 1925.

leadlakebugattitype13brescia-600x338

Antes de tudo é importante lembrar que a Bugatti é uma marca extremamente tradicional e que representa muito mais do que o seu modelo atual, o famoso Veyron. A fabricante italiana teve grandes momentos principalmente na segunda metade dos anos 1920 e principalmente nos anos 30.

De acordo com informações e relatos, o Bugatti que acabou indo parar no lago pertenceu a um piloto francês chamado René Dreyfus. Curiosamente, e de modo espantoso, ele perdeu o Brescia Type 22 Roadster para o amigo e playboy francês Adalbert Bodé por causa de uma aposta feita em uma partida de pôquer. Dá para imaginar uma insanidade dessas?

O destino do carro começou a ficar sombrio pelo fato de o novo dono tê-lo levado da Itália para aSuíça, onde morava. No entanto, ele se recusou por mais de 2 anos a pagar os impostos de importação. Segundo relatos, o valor para a regularização era maior do que o preço do veículo no mercado.

BugattiLago-768x522

Após mudar-se para a França, o carro acabou sendo deixado na Suíça. Os fiscais tributários, sem saber o que fazer, tomaram a estúpida decisão de atirá-lo no lago Lago Maggiore em 1936, na região dos Alpes na divisa entre os dois países. O pobre Bugatti ficou a mais de 70 metros de profundidade, tornando-se uma verdadeira lenda para os moradores locais. Essa é a história mais provável, embora existam outras versões que dificilmente podem ser comprovadas com o passar de tanto tempo.

the-legendary-lake-maggiore-1925-bugatti-type-22-brescia-20-600x302

Com o passar do tempo e evolução das tecnologias, mergulhadores chegaram a localizar o carro. Mas somente em 2009, o clube de mergulho Centro Sport Subacquei Salvataggio decidiu resgatá-lo para financiar a criação de uma fundação. Você poderá ver nos vídeos abaixo que o carro até que ficou bem conservado, considerando tantas décadas sob os efeitos das águas.

Bugatti_Typ_35A_1925
Bugatti 35A 1925

Em 2010, o Bugatti Brescia Type 22 Roadster foi leiloado por US$ 360 mil, sendo arrematado pelo Museu Mullin, da Califórnia, nos Estados Unidos. O carro está exposto lá, mantendo o estado em que foi encontrado, levando em conta a decisão de não restaurá-lo. Dessa forma, ele retrata sua história para todos os visitantes. Veja agora os vídeos mostrando imagens do carro no lago, durante o resgate, e também dele no museu. Realmente uma história impressionante e inacreditável!

COMPARTILHAR