10 carros que vão mudar ou sair de linha em breve e você não sabe

Final de ano vai chegando, época de mudança, não só para as pessoas, mas também para as marcas, que vão tirar alguns modelos de linha e renovar outros produtos com facelift ou novas gerações chegando em breve ao mercado. Confira alguns dos lançamentos que vêm ao Brasil em breve.

Chevrolet Tracker

A atual geração do Tracker, que vem do México, sairá de linha em breve. Como o Onix, o novo será um produto global produzido sobre a plataforma GEM (Global Emergent Markets). Ele já foi mostrado na China, que será um dos seus mercados principais, ao lado do Brasil. O modelo deverá trazer motores 1.0 e 1.4, sempre turbo, dependendo da versão. As tecnologias das versões mais caras devem ser semelhantes às entregues no Onix Premier, ou seja: carregador de celular por indução, Wi-Fi, alerta de ponto cego, assistente de estacionamento, entre outros.

Chevrolet Tracker

Volkswagen Golf

O adeus a um dos esportivos mais amados do Brasil. O Golf GTI está saindo de linha sem garantia de retorno. O modelo apimentado do Golf vai embora junto com o hatch médio. A nova geração será apresentada ainda este ano pela Volkswagen e não tem confirmação se vem ao Brasil. Por enquanto, resta como consolo ao brasileiro, o híbrido GTE. Ele combina o motor 1.4 turbo de 150 cv a um elétrico de 102 cv. Associados, eles entregam 204 cv e o torque máximo de 35,7 mkgf. Usando apenas o motor elétrico ele pode chegar até 130 km/h.

Foto reprodução

Fiat Strada

O futuro da picape é nebuloso. O modelo terá uma substituta, uma nova picape que está sendo desenvolvida e chega em 2020 ao mercado. Mas pode continuar existindo como uma opção de entrada, em versões básicas. Se sua morte for sacramentada, o nome deve ser adotado pelo novo modelo.

Fiat Strada

Peugeot 208

A nova geração do hatch francês não é novidade. O modelo foi mostrado na Europa e você já soube pelo Jornal do Carro que ele chega no final do primeiro trimestre de 2020 ao Brasil. Mais esportivo e com mais tecnologias, ele pode trazer também a versão turbo do motor 1.2 três cilindros ao País.

Peugeot 208

Honda Fit

Grande novidade do Salão de Tóquio, em outubro, o hatch/monovolume da Honda terá uma nova geração. A empresa já confirmou, inclusive, o retorno da versão híbrida do modelo – que já existiu uma geração atrás. Uma das tecnologias mais amadas que é o sistema Magic Seat, que permite modular todo o interior, será mantida, como já confirmou a marca japonesa.

Honda Fit

Renault Duster

O Duster vai passar por uma grande mudança visual. O modelo manterá a mesma plataforma, que garante o bom espaço interno e de porta-malas. Mas terá um visual melhorado, que é o mesmo da Europa, e também nova mecânica. Uma das possíveis novidades é o motor turbo 1.2 que a Renault já adota em algumas versões do Duster e do Captur na Europa.

Renault Duster

Renault Kwid

O que apareceu primeiro na versão elétrica K-ZE, chegou a opção indiana e depois virá ao Kwid brasileiro. A reestilização do Kwid será profunda em relação a atual na dianteira. Para adotar o design dos carros mais novos da Renault, o compacto vai mudar substancialmente. O Kwid terá faróis com LEDs diurnos, painel digital e nova central multimídia com Android Auto e Apple Carplay.

Renault Kwid

Fiat Toro

Picape de sucesso da Fiat, a Toro vai mudar em abril de 2020. O modelo terá um visual semelhante ao encontrado no conceito Fastback, do Salão do Automóvel de 2018. Isso ocorrerá para garantir que a picape fique alinhada ao SUV que surgirá do mesmo conceito. Ela também será um dos produtos a receber os novos motores turbo baseado na família Firefly, os 1.0 de três cilindros e 1.3 quatro-cilindros. Os motores terão potência entre 120 cv (1.0) e 180 cv (1.3).

Fiat Toro

Suzuki Jimny Sierra

Apresentado durante o Salão do Automóvel de 2018, o Jimny Sierra,será oficialmente lançado no Brasil durante o próximo mês. O 4×4 terá uma série de novidades, entre elas, o novo motor 1.5 e a opção de câmbio automático, que não estava disponível até então. Ele manteve a valentia da antiga geração, mas com mais requinte, especialmente no interior.

Suzuki Jimny Sierra

Mercedes-Benz GLC

Nova geração do SUV médio chega ao Brasil em novembro. O modelo, que é o “SUV do Classe C”, atualmente tem quatro versões no País. Ele deve manter as motorizações disponíveis: 2.0 turbo de 211 cv, V6 turbo de 367 cv e o V8 biturbo de 476 cv. O valor de entrada deve superar os R$ 270.900 que são cobrados pela atual.

Foto reprodução

Fonte: Jornal do Carro