10 versões excepcionais do Corolla que não tivemos no Brasil

137

No decorrer dos 28 anos em que o Toyota Corolla é vendido no Brasil, ele sempre seguiu a mesma fórmula de sedã médio elegante. Em sua história por aqui, somente a perua Fielder e a Corolla SW importada fugiram da carroceria sedã, enquanto as versões esportivas XRS foram a forma da ousadia para o modelo da Toyota.

Mas e no restante do mundo? Vendido globalmente, Corolla é um nome que estampa uma infinidade de modelos diferentes, por isso, reunimos dez versões do carro mais vendido da Toyota e que nunca foram oferecidas no Brasil. Vale uma observação: as versões selecionadas compreendem aqueles à venda a partir de 1997, ano em que foi iniciada a produção global da oitava geração, a primeira fabricada no Brasil.

Corolla GL

Versão básica do Corolla vendida em alguns países abria mão da pintura nos para-choques, grade frontal e maçanetas, além de contar com calotas, interior escuro e simplicidade extrema. Nele, praticamente tudo era opcional.

97599 1
Foto reprodução

Corolla Ceres

Versão rebatizada do Sprinter Marino, o Corolla Ceres era vendido nas lojas exclusivas Corolla da Toyota no Japão. O modelo nada compartilhava com o verdadeiro Corolla, pois era maior e mais esportivo. Seu rival era o Honda Integra sedã.

97600 1
Foto reprodução

Corolla Levin

Em 1995 foi lançada a última versão cupê do Corolla. O modelo tinha visual invocado e ousado, a mecânica compartilhada com o sedã. Ele durou até 2000 após um pequeno facelift em 1997. O Corolla Levin fazia parte da mesma linhagem do famoso AE86.

97602 1
Foto reprodução

Corolla II

Versão menor do Corolla, o Toyota Corolla II também era chamado também de Corsa e Tercel. Ele era mais simples, teve variantes hatch, sedã e cupê. Foram cinco gerações no total, sendo a ultima com a mesma plataforma do cupê Paseo vendido no Brasil.

97605 1
Foto reprodução

Corolla Spacio

Em 1997 as minivans eram como os SUVs hoje: as queridinhas do mercado. Por isso, a Toyota decidiu introduzir o Corolla no mundo dos monovolumes, lançando a Corolla Spacio. Essa geração durou apenas quatro anos, sendo substituída pela…

97601 1
Foto reprodução

Corolla Verso

…Corolla Verso em 2001. Derivada da décima geração do Corolla (conhecida no Brasil como “Brad Pitt”), a minivan compartilhava muito do visual do sedã. A terceira geração chegou em 2004 e foi substituída pela Verso em 2009.

97606 1
Foto reprodução

Corolla Rumion

Versão japonesa do Scion xB de segunda geração, o Corolla Rumion era um misto de minivan e hatch com visual quadrado. Em relação ao Scion americano, o Corolla Rumion trazia dianteira com design mais conservador e transmissão CVT como única opção.

toyota corolla rumion aerotourer
Foto reprodução
BF532770 1a3da7
Foto reprodução

Corolla EX

Reestilização chinesa do Corolla “Brad Pitt” foi vendida por lá entre 2012 e 2017. Ele atravessou duas gerações do sedã com design mais ousado, adotando faróis e lanternas e LED. Ele até pegou emprestado o volante do Corolla mais novo.

97598 1
Foto reprodução

Corolla Quest

Sabia que a geração anterior do Corolla ainda está na ativa? Posicionado acima do Etios na Africa do Sul, o Corolla Quest é básico, traz lanternas transparentes, faróis fumê, calotas, interior simplificado e motor 1.6 subdimensionado para o sedã.

97604 1
Foto reprodução

Corolla Hatch

Desde a primeira geração do Corolla vendida no Brasil, o modelo sempre contou com um equivalente de dois volumes. Em algumas situações ele foi cogitado para chegar ao nosso país, mas o plano nunca se concretizou. Desde duas gerações atrás, o hatch ganhou nome próprio na Europa: Auris.

ToyCorhtch27
Corolla Hatch 2019
97611 1
Corolla Hatch 2012
97610 1
Corolla Hatch 2007
97609 1
Corolla Hatch 2001

Fonte: iCarros