5 sedãs médios que se tornaram paixão nacional

72

Um dos segmentos mais disputados do mercado nacional atualmente é o segmento de sedãs médios, que está repleto de novos “atores”, deixando as opções para os consumidores cada vez melhores.

Vamos conhecer alguns dos melhores sedãs médios do mercado nacional na atualidade, listados aqui para que você consiga escolher qual deles é o que melhor se encaixa dentro das suas necessidades.

Chevrolet Cruze

Uma das maiores novidades do ano passado, o Chevrolet Cruze chegou em seu primeiro ano já atingindo boas vendas e ameaçando os lideres de vendas do segmento de sedãs médios do mercado brasileiro.

Com design bonito e moderno, com bons equipamentos e desempenho respeitável, o Cruze rapidamente conquistou fãs em todo o Brasil.

Com potência menor do que a dos concorrentes, o Chevrolet Cruze apresenta 144 cavalos de potência, garantidos pelo motor 1.8 controlado pelo câmbio manual de 6 velocidades.

dinamica 013
Foto reprodução

Ford Focus

Considerado um dos mais bonitos de todos os sedãs médios brasileiros, o Ford Focus é também um dos melhores de todos, com desempenho respeitável, e com equipamentos de primeira qualidade.

Potente, ele se diferencia por ter um motor flex moderno e eficiente, bem como por ter câmbio automático.

Com câmera de ré e com piloto automático que limita a velocidade do veículo, a segurança e o conforto estão garantidos.

f28b4d59620f021bef20bda428e53e97
Foto reprodução

Honda Civic

Quando foi reestilizado, em 2011, o Honda Civic se tornou o líder de vendas do mercado nacional no segmento de sedãs médios.

No entanto, a montadora japonesa já percebeu que todos os lançamentos atuais já demonstram o cansaço do modelo.

Mas isso não significa que ele seja um mau carro, muito pelo contrário, já que apresenta um design bonito, além de ótimos itens de segurança e de conforto.

Isso sem deixar de mencionar a potência de seu motor, com 155 cavalos, bem controlada pelo câmbio automático com trocas no volante, bem prático!

Outra fama que o carro carrega é a de ser um modelo que raramente apresenta problemas técnicos, o que pode pesar na hora da escolha.

civic
Foto reprodução

Honda Civic

Toyota Corolla

Recém-lançado, o novo Toyota Corolla chegou com a corda toda, para entrar de vez na disputa com os melhores sedãs médios do Brasil.

Com inovações consideráveis em relação ao modelo anterior, o novo Toyota Corolla já é considerado um concorrente de peso que traz melhorias que o colocam bem mais perto do topo.

O carro ficou um pouco maior, o que significa um maior espaço interno, que garante mais conforto para os passageiros instalados no banco de trás.

O motor ficou mais potente e mais moderno, e o câmbio agora é automático, em substituição ao antigo, que gerava reclamações constantes dos consumidores.

44441
Toyota Corolla

Enfim, esses são alguns dos melhores sedãs médios que estão sendo comercializados no mercado brasileiro na atualidade.

Vale lembrar que são todos modelos que apresentam preços que se situam em uma faixa mais ou menos similar, o que os coloca como concorrentes diretos.
Por isso, para você é fundamental realizar uma pesquisa em cima desses 4 modelos, que são realmente muito bons, cada um com suas qualidades.

Volkswagen Jetta

Sedan médio da Volkswagen, o Jetta é mais antigo do que você imagina. Produzido desde 1976, ele utiliza base do Volkswagen Golf e é fabricado Alemanha e no México. Criado para ocupar classe de Sedan médio, o Jetta tem sido comercializado há mais de cinco gerações com diversos nomes: Atlantic, Bora, Jetta City, Fox, Jetta, Sagitar, Vento e Golf Sedan. Em 2011, a Volkswagen lançou a nova geração do Jetta contendo três configurações de motor.

F201404250940372570430476
Foto reprodução

Desde 1999, a Volkswagen comercializa o sedãn médio no Brasil, durante quase todo este período o modelo foi importado do México, a exceção de um breve período entre 2015 e 2016 no qual ele foi fabricado no Brasil. A 4ª geração do modelo foi a primeira a chegar, sendo chamada de Volkswagen Bora, em 2005 chegou a 5ª geração já com o nome de Jetta. Os dois modelos coexistiram até 2011, quando foram sucedidos pela 6ª geração que manteve o nome da predecessora imediata. Em 2015, o Jetta passou por um pequeno face-lift: novos faróis dianteiros e traseiros, novo volante e apliques em black-piano no painel, além de novos modelos de rodas e uma nova versão de entrada: a Trendline, equipada com o mesmo motor da Comfortline. Todas as versões passaram a ser equipadas apenas com câmbio automático Tiptronic DSG.