5 carros que saíram de linha em 2017 e você não sabe

2017 ficou marcado como o ano em que grandes carros queridos pelo público como o Fiat Palio e o Fiat Punto deixaram o mercado nacional. Seguindo tendências do mercado as montadoras estão matando modelos populares sem nenhuma piedade dar lugar às novidades ou por conta do volume de vendas muito baixo. Confira abaixo os modelos que darão adeus:

Fiat Palio

O Palio saiu de linha após 21 anos de mercado. Em contato com concessionárias da marca pelo país. Aniquilado impiedosamente pela Fiat para abrir ainda mais espaço ao Argo, o Palio se despediu deixando uma legião de apaixonados.

Foto reprodução

Lançado no fim de 1996, o Palio foi um marco para a indústria automobilística nacional. O compacto era uma opção mais moderna ao Uno Mille, que na época já acumulava 12 anos de mercado — o popular nasceu em 1984. Enquanto o Mille preservava as linhas quadradas que o consagraram, o Palio trazia algo novo em termos de design, com formas redondas de forte personalidade. Assim surgia o arquirrival do VW Gol.

Foto reprodução

Na Argentina, o Palio deu lugar ao Cronos, novo sedã compacto derivado do hatch Argo, lançado para suceder o Punto. Na linha da marca italiana, o Cronos substituiiu o finado Linea.

Fiat Punto

Foto reprodução

Assim como as versões intermediárias e topo de linha do Palio, o Punto foi descontinuado para não competir com o Argo no portfólio da Fiat. O novo modelo apostará em dimensões internas mais generosas, além do projeto mais moderno.

Chevrolet Captiva

Foto reprodução

Com apenas 78 unidades vendidas no acumulado de 2017, o Captiva mostrou que não fazia mais sentido a GM mantê-lo no portfólio. A fabricante trocou a Captiva pela Equinox,  também importado do México, no segundo semestre.

Hyundai Tucson

Foto reprodução

O Brasil era o único país onde as três gerações do Tucson continuavam sendo vendidas simultaneamente. Mas essa peculiaridade acabou. O veterano SUV, à venda por aqui desde 2005, já não conseguia mais manter os bons números de vendas dos anos anteriores. Apesar do espaço interno generoso e da boa relação custo-benefício, o Tucson sentiu o peso da idade na hora de competir com modelos mais modernos – inclusive dentro da gama da própria Hyundai, como o recém-lançado Creta.

Hyundai i30

Foto reprodução

Líder do segmento em 2010, o i30 ajudou a elevar a imagem da Hyundai no Brasil apostando em visual atraente e bom custo-benefício. A segunda geração do hatch médio, no entanto, chegou ao país muito cara e não conseguiu repetir o sucesso do modelo anterior. Algumas concessionárias do Grupo CAOA confirmaram à reportagem do Carsale que a empresa interrompeu as importações do modelo e que não há previsão de trazê-lo de volta – nem mesmo a nova geração, recém-lançada na Europa. Além das vendas fracas, o mau momento do segmento de hatches médios no país não valem, por enquanto, algum investimento do grupo.

Fonte: CarSale