Bugatti Chiron chega aos 490,48 km/h e quebra recorde mundial; veja vídeo

Modificações feitas podem dar origem a um Chiron Super Sport
A Bugatti tem um histórico com recordes de velocidade. Dessa vez, a fabricante francesa colocou o Chiron para prova na Alemanha e homologado pela Associação de Inspeção Técnica do país (TUV), que registrou os 490,48 km/h de velocidade máxima, uma quebra do recorde anterior do Agera RS, com 446,97 km/h. Ele já havia marcado outro recorde, de aceleração até 400 km/h e frear até parar.

O carro teve algumas modificações feitas para esta prova. O motor W16 8.0 quadriturbo com 1.600 cv não teve modificações, assim como o câmbio Ricardo de sete marchas e dupla embreagem. Apenas o sistema de escape teve as saídas deslocadas para cima para melhorar a aerodinâmica, algo importante em velocidades tão altas.

A Bugatti fez uma parceria com a Dallara e a Michelin para este recorde. Enquanto a última projetou pneus específicos para esta velocidade, a Dallara é uma das mais conceituadas especialistas em suspensão e chassi do mundo. O Chiron tem 25 cm a mais de comprimento pelo bodykit feito especialmente para a prova, com uma traseira alongada para efeito aerodinâmico. Não há a asa traseira nem o freio aerodinâmico do modelo “comum”. A suspensão tem controle por laser na altura, também com função aerodinâmica.

No interior, uma gaiola de proteção acompanha o banco de competição para o motorista, enquanto o lugar do passageiro foi ocupado por computadores de medição, além da eliminação de itens para compensar este peso extra.

O recorde foi registrado na estrada alemã Ehra-Lessien e registrado pelo Top Gear. A combinação de cores preto e laranja podem indicar uma futura versão Super Sport do Chiron, com algumas destas modificações, mas a Bugatti não confirma. A questão é: qual hipercarro chegará aos 500 km/h?

Fonte: Leo Fortunatti/Motor1