China “pirateia” Bugatti Chiron e vende por R$ 18 mil a unidade

Sabe aquele ditado de que “nada se criatudo se copia”? na China o pessoal leva essa palavra literalmente ao pé da letra.

Os chineses acabaram de criar seu próprio modelo do Bugatti Chiron. De acordo com o site Car News China, o carro nunca foi vendido no país devido às pesadas leis antipoluição, que o tornariam ainda mais caro. Uma montadora chamada Shandong Qilu Fengde resolveu então produzir a versão elétrica do superesportivo.

O modelo foi batizado de P8, um elétrico de baixa velocidade (LSEV) que não exige habilitação para ser pilotado, e tem design bem parecido com o original, só que menor. Ele possui autonomia de 150 km, potência de 3.35 cv e velocidade máxima restrita de 50 km/h.

A réplica pode ser adquirida por preço inicial de 31.999 yuans, o equivalente a cerca de R$ 18 mil. Considerando que o Bugatti poderia chegar ao país custando aproximadamente R$ 32 milhões, devido às taxas de importação e meio ambiente, Bugatti “pirata” chinês está praticamente de graça. No interior, tem algo que o original não tem: uma espécie de segunda fileira, que não é mais que um banco sem encosto, mas não deixa de ser um bônus.

Foto reprodução
Foto reprodução