Ford Everest: Novo SUV da Ranger impressiona com pegada off-road

1

O Ford Everest Platinum, considerado o SUV da Ranger, se beneficia das tecnologias e componentes mecânicos disponíveis em toda a gama, o que ajudou seu “primo” Ford Ranger a conquistar consumidores de todo o mundo em 2023, mas em uma embalagem mais confortável para os passageiros.

Novo Ford Everest / Foto reprodução / Ford
Novo Ford Everest / Foto reprodução / Ford
Novo Ford Everest / Foto reprodução / Ford
Novo Ford Everest / Foto reprodução / Ford
Novo Ford Everest / Foto reprodução / Ford
Novo Ford Everest / Foto reprodução / Ford
Novo Ford Everest / Foto reprodução / Ford
Novo Ford Everest / Foto reprodução / Ford
Novo Ford Everest / Foto reprodução / Ford
Novo Ford Everest / Foto reprodução / Ford
Novo Ford Everest / Foto reprodução / Ford
Novo Ford Everest / Foto reprodução / Ford
Novo Ford Everest / Foto reprodução / Ford
Novo Ford Everest / Foto reprodução / Ford

A linha Everest que chegou com uma pegada Off-road diferenciada tem se destacado cada vez mais. Anteriormente, competindo com SUVs de sete lugares baseados em picapes, como o Toyota SW4, Mitsubishi Pajero Sport e Isuzu M-UX, o Everest de nova geração agora é maior, mais luxuoso, mais robusto e custa mais do que seus antigos colegas de categoria. Em termos de preço, ele agora compete com SUVs maiores e crossovers premium, sendo o principal concorrente o Toyota Land Cruiser Prado em alguns mercados.

Desde que o Everest Platinum chegou para testes mais longos, a Ford SA adicionou quatro novos modelos à linha Everest. Estes incluem um par de modelos XLT de quatro cilindros de entrada, disponíveis em versões 4×2 e 4×4, uma variante Sport 4×2 e o Everest Wildtrak 4WD, este último equipado com o mesmo motor a diesel V6 de 3.0 litros, com 184 kW e 600 Nm, encontrado em nosso Everest Platinum.

Jornalistas automotivos de todo o mundo não param de tecer elogios as qualidades off-road do carro, em aventuras lamacentas ele demonstra desempenho impressionante e não decepciona, com certeza seria o carro ideal para o mercado brasileiro.

Novo Ford Everest / Foto reprodução / Ford
Novo Ford Everest / Foto reprodução / Ford

Se você se deparar com um Ford Everest fora do Brasil e pretender usá-lo nessas condições, as rodas padrão de 21 polegadas devem idealmente ser trocadas pelas opções menores e mais resistentes de 18 polegadas. Isso lhe dará uma melhor chance de explorar o potencial de aventura formidável do Everest, fornecido pela sua relação de marchas reduzida, generosos ângulos de entrada/quebra e saída de 30,3, 21,9 e 23,3 graus, respectivamente, e uma profundidade de travessia de até 800 mm.

Com seus 4.940 mm de comprimento e peso de 2.487 kg, o Everest requer cuidado em ruas estreitas, entradas de garagem e garagens. É necessário ter cuidado extra ao manobrar em espaços apertados ou enfrentar o trânsito urbano.

Novo Ford Everest / Foto reprodução / Ford
Novo Ford Everest / Foto reprodução / Ford

A Ford alega um consumo de 8,5 litros/100 km, mas em testes ele acaba entregando uma média mais alta de 11,2 litros/100 km. Com um tanque de combustível de 76 litros é possível rodar cerca de 690 km.

O Everest Platinum oferece uma condução impecável. A posição de condução elevada, os acabamentos em couro e a iluminação azul criam uma aura de luxo digital moderno, e a grande tela sensível ao toque é um destaque. Ela abriga a maioria das funções disponíveis, incluindo o controle de clima e um livro de colorir digital para passar o tempo quando estacionado.

Entrar e sair do veículo é fácil, os controles são suaves de operar e, felizmente, não encontrei nenhum problema digital ou irritantes ruídos.

A maioria provavelmente optará por um dos motores a diesel de 2.0 litros disponíveis e será recompensada com desempenho e economia adequados. O V6 de 3.0 litros traz mais refinamento e potência sem esforço, mas com contas de combustível mais elevadas, para quem pode arcar com isso.

Novo Ford Everest / Foto reprodução / Ford
Novo Ford Everest / Foto reprodução / Ford

O Ford Everest ainda permanece relativamente desconhecido no Brasil, embora seja amplamente reconhecido e aclamado na Ásia e na África há décadas como o SUV derivado da Ford Ranger. Essa estreita relação entre o Everest e a Ranger se mantém firme, mesmo com o lançamento da nova geração deste SUV. Agora, com a nova estratégia da Ford, há fortes indícios de que o Everest poderá finalmente dar as caras no mercado brasileiro, portanto Toyota SW4 que se cuide, pois um rival relativamente competitivo como o Everest poderia impactar o mercado.

A história do Ford Everest remonta a décadas atrás, quando a Ford decidiu capitalizar sua experiência na produção de picapes robustas e confiáveis, como a Ranger, e transformá-la em um SUV capaz de enfrentar os desafios mais exigentes de terrenos off-road. Ao longo dos anos, o Everest conquistou uma sólida reputação como um veículo confiável, durável e versátil, sendo amplamente utilizado em regiões onde a aventura e a capacidade off-road são essenciais.

Quer saber mais sobre carros e acompanhar todas as novidades do Universo Automotivo? Então segue a gente no Google News!

Google News