Garagem sinistra (e brutal): Chevrolet Opala 250S, C10 e Ford Maverick com o mesmo “traje”

Alguns carros são como bons vinhos, não envelhecem nunca e são sempre uma ótima pedida. Ok, essa frase é estranha e você provavelmente já a ouviu (ou leu) em outro lugar. O fato é que uma garagem que se preze precisa dar espaço (e valor) para alguns modelos clássicos que fizeram história em suas épocas. O que dizer do Chevrolet Opala, por exemplo?

Brasil sempre foi um país com renda média baixa (quando comparada à de países desenvolvidos), o que impõe diversos desafios para a as fabricantes de automóveis. Foi assim no passado, é assim hoje e o quadro não deve mudar muito no futuro próximo. Tal contextualização faz sentido para explicar nossos “ícones” do passado, como o Opala, e o que era possível ter na garagem.

Enquanto nos Estados Unidos dos anos 60 e 70 surgiam lendas esportivas como o Ford Mustang, Chevrolet Camaro, Dodge Challenger, por aqui vibrávamos com os potentes Ford Mustang (com opção de motor V8) e Chevrolet Opala (com opção de motor 6 cilindros em linha), entre outros modelos. Uma garagem com Opala e Maverick certamente demonstrava bom gosto e respeito.

Voltemos ao presente. Ainda hoje, uma garagem com um Opala e um Maverick merecem nossa atenção e respeito. Imagine uma garagem com estes dois ícones em versões customizadas, com rodas enormes, pintura preta (fosca) e motores preparados. Some à dupla uma picape Chevrolet C10 com o mesmo “traje” e você terá uma garagem sinistra (e incrível) para admirar.

Como definir bom gosto é uma tarefa que não faz sentido, o principal neste caso é se divertir com o que o proprietário destes carros clássicos (hoje modificados) fez, mas também respeitá-lo por ainda manter em boas condições carros que foram tão desejados nos velhos tempos. A garagem que você vai conhecer ao assistir o vídeo abaixo é muito legal. Ponto. Assista e diga se você concorda ou não comigo.






Fonte: AutoVídeos