Lembra dela? Conheça a nova e brutal Ford Belina 2020 concept

702

Já pensou em como seria a Ford Belina 2020? Em um futuro alternativo, a Autolatina teve sucesso e ampla sinergia com os braços europeus da Ford e da Volkswagen. Assim, a Ford Brasil apresenta sua Nova Belina através do belo trabalho do design Jonathan Machado com base na perua Mondeo e mecânica 2.0 Turbo vinda do Jetta TSI.

Ford Belina 2020 concept
Ford Belina 2020 concept/Jonathan Machado

Tudo não passa de uma projeção, mas ter esse ícone de volta nos dias atuais, mesmo que inspirada na perua Mondeo não seria excepcional.

Foto reprodução
Foto reprodução

A Belina foi fabricada pela Ford, na versão station wagon. Lançada em 1970 e descontinuada em 1991, ela era pertencente a família do Corcel (1970-1986), que era chamada de Belina, e a família Del Rey, na qual era chamada de Scala (1986-1991).

Em 1978, a Belina recebeu um banho de atualidade, quando passou a ser denominada Belina II, incorporando as principais alterações do Corcel II, com linhas retas. As versões eram a L, mais simples, e luxosa LDO.

Derivada do Del Rey, a Scala foi lançada em 1983, sendo uma evolução da Belina. Disponível em uma única versão: Ouro. Com acabamento superior, introduziu equipamentos inéditos à categoria: travas e vidros elétricos, console de teto com relógio digital, luzes de leitura e um painel que trazia até manômetro de pressão do óleo. O ar-condicionado era opcional. Inicialmente, a direção hidráulica não era oferecida, nem como opcional. Era equipada com motor 1.6 de 69 cv. Em 1984 recebeu freios a disco ventilados na dianteira e sua potencia aumentou um pouco: 73 cv.

Foto reprodução
Foto reprodução

Em 1985 recebeu um facelift, como nova frente e mudanças no interior. Passou a ser oferecida em duas versões: GLX e Ghia. Em 1986 recebeu direção hidráulica e motor CHT E-Max.

Houve também uma versão 4X4, lançado em 1985 e descontinuado em 1987, devido a alta incidência de avarias mecânicas no sistema.

Em 1987, voltou a ser chamada de Belina. Sua produção durou até 1991, quando foi descontinuada para dar lugar a Ford Royale.