O fantástico Monza 1986 que segue em estado de 0km nos dias atuais

17

Imagine só dar de cara com um magnífico Chevrolet Monza SL/E 1.8 G, do ano 1986, praticamente em estado de zero quilômetro nos dias de hoje. Parece algo surreal, não é mesmo?

Pois acredite, essa preciosidade automotiva realmente existe e foi recentemente descoberta por ninguém menos que Julio Raridades, um dos principais caçadores de relíquias automobilísticas do Brasil. Mesmo apontando 86.000 quilômetros rodados no odômetro, o estado de conservação desse carro é simplesmente impecável.

Chevrolet Monza SL/E 1.8 G / Foto: Julio Raridades
Chevrolet Monza SL/E 1.8 G / Foto: Julio Raridades

Ao sair da linha de montagem da GM, quase 40 anos atrás, esse veículo exibe um deslumbrante tom dourado minas metálico. Ele foi mantido sob posse de um único dono até 2021, fato devidamente comprovado, e ainda conserva a Nota Fiscal de compra, emitida pela Convel Jardins. Além disso, surpreendentemente, mantém seus manuais e chave reserva originais. A pintura, notavelmente, permanece intacta, sem qualquer retoque que seja.

Chevrolet Monza SL/E 1.8 G / Foto: Julio Raridades
Chevrolet Monza SL/E 1.8 G / Foto: Julio Raridades

O interior monocromático na sofisticada cor Tabaco é outro diferencial marcante desse carro, que também conta com um estepe de fábrica, jamais utilizado, e um rádio Bosch San Francisco original da época, que ainda funciona perfeitamente, assim como a antena elétrica.

Encontrar um veículo com tantas características preservadas e em um estado tão excepcional é verdadeiramente um achado único. Esse Chevrolet Monza SL/E 1.8 G de 1986 é uma verdadeira joia rara para os amantes de carros clássicos e apaixonados pela história automotiva do Brasil.

Chevrolet Monza SL/E 1.8 G / Foto: Julio Raridades
Chevrolet Monza SL/E 1.8 G / Foto: Julio Raridades
Chevrolet Monza SL/E 1.8 G / Foto: Julio Raridades
Chevrolet Monza SL/E 1.8 G / Foto: Julio Raridades
Chevrolet Monza SL/E 1.8 G / Foto: Julio Raridades
Chevrolet Monza SL/E 1.8 G / Foto: Julio Raridades
Chevrolet Monza SL/E 1.8 G / Foto: Julio Raridades
Chevrolet Monza SL/E 1.8 G / Foto: Julio Raridades
Chevrolet Monza SL/E 1.8 G / Foto: Julio Raridades
Chevrolet Monza SL/E 1.8 G / Foto: Julio Raridades
Chevrolet Monza SL/E 1.8 G / Foto: Julio Raridades
Chevrolet Monza SL/E 1.8 G / Foto: Julio Raridades
Chevrolet Monza SL/E 1.8 G / Foto: Julio Raridades
Chevrolet Monza SL/E 1.8 G / Foto: Julio Raridades
Chevrolet Monza SL/E 1.8 G / Foto: Julio Raridades
Chevrolet Monza SL/E 1.8 G / Foto: Julio Raridades
Chevrolet Monza SL/E 1.8 G / Foto: Julio Raridades
Chevrolet Monza SL/E 1.8 G / Foto: Julio Raridades

Chevrolet Monza – Uma História de Sucesso

A história do Chevrolet Monza no Brasil é marcada por sua chegada como um dos carros mais emblemáticos da General Motors no país. Lançado em 1982, o Monza foi o primeiro modelo de sucesso da GM a ser produzido na planta de São Caetano do Sul, no estado de São Paulo.

O Monza foi projetado com um design moderno e aerodinâmico, que o tornou muito popular entre os consumidores brasileiros da época. Seu estilo arrojado e linhas elegantes destacavam-no na multidão e logo conquistaram a preferência do público.

Além do design atraente, o Monza também se destacou por sua tecnologia e desempenho avançados para a época. Inicialmente, o modelo chegou ao Brasil nas versões hatchback de duas e quatro portas, seguido pelo sedã de quatro portas e pela perua (station wagon). O Monza oferecia diferentes opções de motores, incluindo motores 1.6, 1.8 e 2.0, com destaque para a versão esportiva Monza S/R, equipada com um motor 1.8 de alto desempenho.

O sucesso do Monza no Brasil foi tamanho que o modelo se tornou um dos carros mais vendidos do país durante a década de 1980. Sua popularidade foi impulsionada não apenas pelo design e desempenho, mas também por ser considerado um veículo espaçoso, confortável e confiável para uso cotidiano e viagens.

O Monza também foi um dos primeiros carros no Brasil a oferecer itens de luxo e tecnologia, como ar-condicionado, direção hidráulica, vidros elétricos, entre outros, tornando-se referência no segmento.

Com o passar dos anos, o Monza passou por algumas atualizações estéticas e mecânicas para se manter competitivo no mercado automobilístico brasileiro. No entanto, a produção do Monza no Brasil foi encerrada em meados da década de 1990, sendo substituído por outros modelos da GM.

Apesar de não estar mais em produção, o Chevrolet Monza permanece como um ícone da indústria automobilística brasileira, sendo lembrado com carinho por muitos entusiastas de carros clássicos e colecionadores que apreciam sua história, design e contribuição para a evolução dos automóveis no país.

Quer saber mais sobre carros e acompanhar todas as novidades do Universo Automotivo? Então segue a gente no Google News!

Google News