SP2: Conheça o carro brasileiro que poderia ter conquistado o mundo

449

Lá nos distantes anos 70, o mercado de automóveis brasileiro não permitia importações. Diante dessa situação peculiar, os veículos fabricados no mercado interno estavam se proliferando, a Volkswagen do Brasil, subsidiária da marca alemã no país acabou investindo em alguns projetos nacionais interessantes que venderam bastante, neste segmento temos que destacar o Volkswagen SP2.

volkswagen sp2 3
Foto reprodução

Naquela fase em que as importações foram cortadas, quase não havia mais carros esportivos no Brasil. Era uma oportunidade que a Volkswagen do Brasil aproveitaria ao máximo com o que inicialmente era conhecido como “Projeto X”. Era um coupé de dimensões contidas que tinha que superar o Karmann Ghia. Os projetistas trabalharam em um design fluido, com um capô longo e entradas de ar no pilar C, um sinal de que eles teriam um motor na posição traseira.

volkswagen sp2 7 700x525 1
Foto reprodução

Um protótipo foi apresentado em 1971 e não demoraria muito para ser levado em produção. Já em 1972 foram colocados à venda o Volkswagen SP1 e o SP2, duas versões diferentes para o cupê brasileiro. A principal diferença estava em sua mecânica, um boxer de 1.600 cc e 65 cv para o primeiro e outro de 1.700 cc e 75 cv para o segundo. A verdade é que o SP1 não teve muita aceitação pelo seu baixo desempenho.

volkswagen sp2 1 700x466 1
Foto reprodução

Desta forma, o Volkswagen SP2 permaneceu no mercado com sua velocidade máxima de 160 km/h, o que não o tornou um carro esportivo de verdade, mas foi o suficiente para ser um cupê muito admirado na época.

O Volkswagen SP2 ficou no mercado até 1976 e nesse período de quatro anos foram fabricadas 10.207 unidades, das quais apenas 670 chegariam à Europa. Também foi considerada a possibilidade de resolução do problema da falta de energia nesse modelo e para isso foi estudado o projeto SP3. Tratava-se de montar o motor de 1.800 cc e 100 cv do Passat TS brasileiro, enquanto melhorava um pouco o chassi, porém a VW decidiu abandonar o projeto devido aos custos de produção.

volkswagen sp2 4 700x525 1
Foto reprodução

Na Europa naquela época o Porsche 914 se destacou, feito em conjunto com a Volkswagen, mas para a próxima geração os trabalhos começaram no projeto EA425. O design foi influenciado pelo brasileiro SP2, enquanto em um nível técnico decidiu-se colocar um motor dianteiro e tração traseira para otimizar a distribuição de pesos. Daria origem ao Porsche 924.

A influência do Volkswagen SP2 também chegaria ao século XXI. A cada ano o Volkswagen SP2 torna-se ainda mais colecionável, porém apesar de permanecer vivo na memória dos brasileiros, ainda não recebeu o reconhecimento que deveria ter.

Fonte: Volkswagen