Guardado 0KM por 30 anos, caminhão Merceds 1618 virou poupança contra inflação

111

Entre os anos de 1980 e 1990, o Brasil sofria com os efeitos da hiperinflação. A desvalorização do dinheiro era tanta e tão rápida que as pessoas recorriam a estratégias hoje consideradas estranhas para manter ao menos parte do poder aquisitivo – e isso incluía comprar carros zero-quilômetro e mantê-los guardados por muito tempo, praticamente sem uso, para posterior revenda.

Foi o que aconteceu com um caminhão da Mercedes-Benz adquirido novo em 1990 e que, desde então, permanecia guardado e cheio de poeira em um depósito na cidade de Osasco, na Região Metropolitana de São Paulo.

Com apenas 40 km rodados, o Mercedes 1618 com caixa reduzida na cor azul foi parar nas mãos do caçador de raridades Reginaldo Gonçalves, o Reginaldo de Campinas.

Já devidamente higienizado, o 1618 preserva os plásticos nos bancos de tecido xadrez, como se tivesse acabado de sair da concessionária. Volante e painel não têm marcas de uso e também dão a impressão de se tratar de um exemplar novinho – não fosse o fato de ter sido produzido há 31 anos.

caminhao mercedes benz 1618 reduzido 1990 0 km reginaldo de campinas
Foto: Reginaldo de Campinas
caminhao mercedes benz 1618 reduzido 1990 0 km reginaldo de campinas
Foto: Reginaldo de Campinas
caminhao mercedes benz 1618 reduzido 1990 0 km reginaldo de campinas
Foto: Reginaldo de Campinas
caminhao mercedes benz 1618 reduzido 1990 0 km reginaldo de campinas
Foto: Reginaldo de Campinas
caminhao mercedes benz 1618 reduzido 1990 0 km reginaldo de campinas
Foto: Reginaldo de Campinas
246330664 4626382677383187 8729256295435080708 n
Foto: Reginaldo de Campinas
246342080 4626382510716537 7390016714353539214 n
Foto: Reginaldo de Campinas
246387876 4626382737383181 4107582395191100675 n
Foto: Reginaldo de Campinas
246516742 4626382784049843 2839781104803383579 n
Foto: Reginaldo de Campinas

Fonte: Alessandro Reis / UOL Carros