O surpreendente Ragge 1990; Preço, fotos e Detalhes

36

O universo automotivo Brasileiro é repleto de verdadeiras joias raras que deixaram uma marca na história do país e continuam a encantar entusiastas até os dias de hoje. Entre essas preciosidades, destaca-se o Ragge 1990, um autêntico ícone nacional que é pouco conhecido pelos mais jovens, mas que deixou sua marca.

Ragge 1990 / Foto: Clássicos e Antigos
Ragge 1990 / Foto: Clássicos e Antigos

Ragge – História

Fabricado no Rio de Janeiro (RJ) a partir de 1986 pela empresa Ragge Indústria e Comércio Ltda, o Ragge foi criado por Júlio Silla, o mesmo engenheiro por trás do Tanger. Ele foi projetado para ser montado sobre plataformas VW Brasília, encurtadas em 25 cm, com o chapeamento substituído por um assoalho de fibra de vidro integrado ao chassi do veículo.

Ragge 1990 / Foto: Clássicos e Antigos
Ragge 1990 / Foto: Clássicos e Antigos

O Ragge apresentava uma configuração original e prática: uma carroceria fechada até a altura da coluna B, assemelhando-se a uma picape, mas sem para-brisa traseiro. Oferecia duas opções de capota, de lona ou rígida, esta última fixada facilmente por quatro presilhas internas. O pneu de reserva era montado externamente na traseira, liberando espaço no porta-malas, e o acesso ao motor era feito pelo interior do carro.

Ragge 1990 / Foto: Clássicos e Antigos
Ragge 1990 / Foto: Clássicos e Antigos

Componentes de outros carros

O Jipe Ragge fazia uso inteligente de peças de carros de produção, sendo que as portas feitas de fibra, eram uma reprodução das do Chevette, incluindo os vidros e o para-brisa. Os vidros laterais traseiros foram doados pelo Fiat Panorama, a vigia traseira veio do VW Aveiro, as maçanetas eram provenientes do Alfa Romeo 2300, e as lanternas traseiras foram herdadas do Fiat Prêmio.

Ragge 1990 / Foto: Clássicos e Antigos
Ragge 1990 / Foto: Clássicos e Antigos

Design moderno

O carro teve um belo design moderno elaborado por Júlio Sillas, ele visava atrair o público jovem das cidades litorâneas, principalmente no Rio de Janeiro, na época ele fez tanto sucesso, que unidades do carro chegaram a ser exportadas para o Japão, Estados Unidos e Itália.

Ragge 1990 / Foto: Clássicos e Antigos
Ragge 1990 / Foto: Clássicos e Antigos

O modelo original, chamado Ragge Califórnia, tinha o chassi da Brasília encurtado em 25 cm e o assoalho em fibra de vidro, integrado à carroceria como um monobloco. Já o modelo Long Beach manteve o chassi da Brasília sem corte, alongando o veículo para proporcionar mais espaço interno.

Ragge 1990

Ragge 1990 / Foto: Clássicos e Antigos
Ragge 1990 / Foto: Clássicos e Antigos

O Ragge de 1990, foi um modelo que transcendeu seu tempo, incorporando a essência da era dourada dos carros nacionais. Com uma carroceria elegante, o Jipe Ragge cativou os amantes de carros por sua aparência única e estilo inconfundível.

Motor e Desempenho

Sob o capô, o Jipe Ragge 1990 ostenta um motor 1600 injetado, proporcionando uma experiência super bacana. Os freios nas quatro rodas garantiam uma segurança excepcional nas estradas, destacando-se como um veículo que vai além da estética.

Ragge 1990 / Foto: Clássicos e Antigos
Ragge 1990 / Foto: Clássicos e Antigos

Detalhes

O design desse Ragge da reportagem em especial, é uma obra-prima, com sua cor azul vibrante que adiciona um toque de nostalgia e personalidade. O modelo Cabriolet, com o teto retrátil na parte traseira, confere ao veículo uma aura de liberdade e estilo que poucos carros conseguem alcançar. As rodas Wheel Racine e as luzes de LED complementam a estética, proporcionando um visual moderno.

Ragge 1990 / Foto: Clássicos e Antigos
Ragge 1990 / Foto: Clássicos e Antigos

Características como ar-condicionado, direção elétrica e vidros elétricos proporcionam o melhor que ele podia oferecer. Porém é importante destacar que com capacidade para cinco pessoas, o Ragge tinha muita praticidade para o dia a dia.

Ragge 1990 / Foto: Clássicos e Antigos
Ragge 1990 / Foto: Clássicos e Antigos

Preço

O preço desse carro no Brasil é relativamente barato, a Clássicos e Antigos de Curitiba possui um exemplar dessa raridade, o preço do Ragge 1990 acaba sendo mais do que justo. Com um valor de R$ 40.000,00 (Quarenta mil reais) você leva essa preciosidade para casa.

Quer saber mais sobre carros e acompanhar todas as novidades do Universo Automotivo? Então segue a gente no Google News!

Google News