Opala Diplomata em estado de 0km é encontrada por caçador de carros raros

212

Conhecido nacionalmente, o caçador de carros raros Julio Raridades encontrou recentemente mais um tesouro capaz de enlouquecer qualquer apaixonado por carros, trata-se de um Opala Diplomata 1988 com pouquíssimos quilômetros rodados.

O carro pertencia ao Dr. Silveira, renomado Advogado na cidade de São Paulo, que faleceu no ano de 2019 e entre os bens, ficaram alguns Automóveis de uso, e também um Opala o qual possuía desde novo.

A HISTÓRIA DO DIPLOMATA

Em 1988 com a novíssima linha que acabava de ser apresentada, o Dr. Silveira dirigiu-se até uma Concessionária para conhecer as mudanças da linha Opala para aquele ano. Em resumo; Se encantou e decidiu adquirir um DIPLOMATA Sedã, 4.1/S de cambio mecânico na cor de lançamento Azul Atlantis Metálico movido à Gasolina.

Detalhe: O Dr. Silveira estava em seu melhor momento profissional, e nunca havia adquirido um Automóvel 0km até então. Como presente à ele mesmo em comemoração à sua ilibada carreira, comprou o Diplomata na configuração que mais lhe agradou.

O Diplomata foi usado no início como carro para ir para o escritório e atender clientes e audiências, mas que o objetivo principal era para viajar em especial à Campos do Jordão para uma casa que possuía para descansar aos finais de semanas com a família. Depois disso, comprou outros carros mais modernos e guardou o Opala, como símbolo do seu trabalho que o levou ao sucesso.

Convidado pelo filho do Dr. Silveira para olhar o Diplomata, Julio Raridades encontrou o Opala com um pó que só, mas ao mesmo tempo protegido, com o cheiro de época, as chaves em cima do teto marcadas pelo pó do local, um verdadeiro sonho para os Caçadores de Raridades.

“Ao entrar no carro, logo vejo a km; 56.000km, imaculado, lindo e maravilhoso, do jeito que gostamos. Complementando um detalhe aos mais conhecedores, o ano de 1988 foi o último como opcional do Motor 250-S (motor mais forte de todos os tempos nos Opalas, contemplava Tuchos mecânicos, carburação DFV-446, comando diferente, além de conta-giros marcando 7.000rpm). Poucos sabem desta informação, e também pouquíssimos carros foram produzidos nesta configuração. No 4 portas, talvez tenha sido o menos produzido” disse o caçador de Raridades.

“Para minha surpresa, ao conferir o chassi, o painel marcando 7.000rpm e movido à gasolina, não tive dúvidas; TRATA-SE DE UM AUTÊNTICO 250-S! INCRÍVEL! Final da história; Após longas conversas , conseguimos trazer o belo DIPLOMATA e após uma extensa revisão, mostraremos o resultado” destacou Julio.

113736810 4021506924585883 8800580244567147278 n
Foto reprodução/ Julio Raridades
113850972 4021507031252539 2029412271748819510 n
Foto reprodução/ Julio Raridades
115805097 4021507347919174 5730787242233061188 n
Foto reprodução/ Julio Raridades
116157444 4021507041252538 3357986084145921292 n
Foto reprodução/ Julio Raridades
116188046 4021507181252524 387907351750250672 n
Foto reprodução/ Julio Raridades
116237666 4021507107919198 3674641181536941545 n
Foto reprodução/ Julio Raridades
116263387 4021325424604033 4599008284802920273 o
Foto reprodução/ Julio Raridades
116344877 4021507094585866 109053575522396269 n
Foto reprodução/ Julio Raridades
116428706 4021507304585845 7947140243627151875 n
Foto reprodução/ Julio Raridades
116429669 4021507201252522 6914856458392461671 n
Foto reprodução/ Julio Raridades
116433178 4021506937919215 3779889713353574314 n
Foto reprodução/ Julio Raridades